sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Eu sei que há...


Já por diversas vezes me dou em frente do computador, tentando actualizar este bocadinho de relax e descanso, mas nada sai. É certo que nestes dois últimos meses, os trinta dias de cada um não chegaram para as encomendas, isto é, foram poucos para o que apareceu para fazer. Mas também é verdade que estes períodos de muito trabalho já fazem parte da família e nunca se fizeram acompanhar desta apatia que se me tem enrolado como cachecol à volta do pescoço.
Fervilha a cabeça com as notícias diárias da gripe, do banco, melhor, dos bancos, das vacinas, dos julgamentos sem fim à vista, dos assaltos violentos, das grávidas sem vacina, dos padres com armas a enfeitar os altares exauridos de fé, talvez perdida nas filas intermináveis nos centros de (des)emprego, outra vez da gripe, outra vez dos bancos, dos mil, mil, milhões que voam e os coitados que não sabiam de nada... ufa!
Fervilha a minha cabeça, rolam os ohos, mas os dedos recusam a escrever. Ora bolas! Queria encontrar coisas boas para escrever sobre, mas não descortino, assim de momento.

Claro que tenho a minha Aurora, mas não a quero ainda nestas andanças da net, com fotos de todos e mais alguns passos, de beijinhos e mais inhos. O tempo dela chegará com mais modernices tecnológicas, quiçá até escrever só com o pensamento.

Eu sei que há algumas coisas boas por aí que merecem umas linhas. São poucas, sim. Vou descobrir e pode ser que ainda antes do Natal eu as derrame aqui neste bocadito, para relaxar e descansar de novo.

================================
Mesmo agora descobri um coisa novinha em folha: hoje é o Dia Mundial do Café!!!

5 comentários:

Jorge P.G disse...

Minha querida amiga:

Com essa tralha toda a entupir o nosso cansado cerebrozinho, como é possível ter ideias boas?
Olhe, eu, um dia, ainda vou atravessar as planícies alentejanas e seguir as trilhas dos pastores.
um dia, ainda vou ser piloto na EN125 e sentir o pico da adrenalina.
Um dia, ainda hei-de atravessar o Tejo e entrar de barco em cacilhas.

Faça como eu, sonhe, e a escrita surgirá.

Um grande abraço e um esplendoroso fim-de-semana.

Isamar disse...

Como te compreendo, amiga e colega das mesmas andanças.O tempo que nos resta é tão pouco que nos faltam as palavras para este espaço, para estes amigos.
Espero que consigamos descansar um pouco lá para o fim do mês .

Bem-hajas!

Bjinhos

Kaotica disse...

http://antinatoportugal.wordpress.com/2009/11/29/blogues-como-tornar-se-um-blogue-apoiante-da-pagan/

Sineiro disse...

Vim ver se já "saíra" mais alguma coisa, mas sinto que estará para breve.

Bom domingo de descanso e, lembre-se, depois de amanhã há mais!

Um abraço, Esperança.

Jorge P.G disse...

Este Sineiro, sou eu, claro. O comentário saíu com outra conta.

Abraço.