sexta-feira, 3 de abril de 2009

Palavras de Abril

E já é Abril. E já lá vão 35 anos. Muitas coisas já não fazem sentido. Mas muitas mais coisas ainda fazem muito sentido...
Como na memória do passado se desenha o presente e se perspectiva o futuro, vou chamar para aqui as palavras e os poemas de Abril. Começo com

Canção do Vento
Francisco Fanhais
O sol se levanta e se põe
O vento gira e sopra, sopra e vem
O rio ao mar e o mar não enche
E tu só queres agarrar o vento.
Olhei o que se faz debaixo do sol
Tudo é vaidade e tempo perdido
O que falta contar não se pode
E tu só queres agarrar o vento.
Há tempo para tudo na terra
Tempo para nascer, tempo para morrer
Matar, destruir e chorar
Viver, construir e sorrir
Gemer, beijar e perder
Dançar, encontrar e amar
Para a guerra e para a Paz
E tu só queres agarrar o vento
(Bíblia/adap. Pedro Lobo Antunes)
Fonte: Cancioneiro de Abril
org. João Viale Moutinho

14 comentários:

Isamar disse...

Abril, o mês da Liberdade sonhada e desejada por tantos que comeram o pão que o diabo amassou nas masmorras da Pide, no desemprego forçado, no exílio...
Irei "copiar-te" Esperança e farei, durante este mês, alusão aos que por ela tanto lutaram para no-la darem. Que saibamos defender este bem precioso. A Liberdade!

Afinal, um dos direitos do Homem!

Bem-hajas, amiga e colega!

Beijinhos

Vieira Calado disse...

E verdade.

Tanto tempo e parece que foi ontem!

Um abraço.

o escriba disse...

Isamar

É imperioso que nós, os que vivemos o outro Abril,não deixemos cair no esquecimento a Liberdade e pugnemos por uma democracia efectiva.
Temos 365 dias, doze meses, mas é este mês que elegemos e é o dia 25 que vamos comemorar.

bjinhos
Esperança

o escriba disse...

Vieira Calado

O tempo passa num ápice!
Abril sempre!

Um abraço
Esperança

Zé Povinho disse...

Faz sempre sentido, se é dos novos tempos e de Liberdade que se fala. O tempo passou, o fervor esmoreceu e todos regredimos um pouco em matérias pelas quais se lutou muito.
Lembrar, talvez seja mesmo uma boa ideia.
Abraço do Zé

Miguel disse...

Abril Aguas Mil ...
Celebremos a Liberdade ...!

Um BOM FDS!
Bjks da M&M & Cª!

o escriba disse...

Zé Povinho

Lembrar a luta pela Liberdade dá-nos força para, quanto mais não seja, lutarmos pelo direito à indignação.

Bom fim de semana
Um abraço
Esperança

o escriba disse...

Miguel

Respondo com outro provérbio: em Abril, manhã de névoa, tarde de passeio!

Celebremos o que ainda há de Liberdade!

Bom fim de semana
Beijos à Matilde &Cª

Jorge P.G disse...

O Xico Fanhais, o homem que era padre e abandonou a carreira eclesiástica. "Porque os outros se mascaram, mas tu não", como cantava ele numa das suas muito simples mas muito belas cantigas.
Será que ainda há muitos homens como ele? E onde andarão?

Bem recordado, minha amiga Esperança!

Um abraço.

elvira carvalho disse...

Regressando aos poucos, ainda é tudo muito difícil. Abril é o mês da Liberdade, mas é também o mês dos grandes amores da minha vida. Meu pai faria 91 anos na próxima Segunda, meu marido nasceu a 5. Por brincadeira o meu pai costumava dizer que os dois fizeram o 25 de Abril, já que um nasceu a 5 e o outro a 20.
Um abraço

o escriba disse...

Jorge

Também faço a mesma pergunta: por onde andarão os homens para quem a verdade está acima de tudo?

Um abraço
Esperança

o escriba disse...

Elvira

Pelo que li nas entrelinhas do seu comentário, a amiga passou, ultimamente por momentos bastantes dolorosos. Receba o meu abraço de grande simpatia e solidariedade.

bjs
Esperança

lagartinha disse...

Vim deixar beijinhos, depois de uma infecção nos olhos que me deixou quase cega, que felizmente parece curada...
Já tinha saudades de ler coisas boas e hoje, "enchi o papinho"!
Beijocas

o escriba disse...

Ana Lagartinha

Querida Amiga que bom tê-la por cá!!!

Espero sinceramente que já esteja recuperada totalmente dessa maleita que a apoquentou.

Boas melhoras e um grande bjinho
Esperança