segunda-feira, 30 de março de 2009

Livros e Tempo

A falta de tempo é uma das lamentações dos nossos dias. E nestes últimos dias tenho-me lamentado muito. Em casa, foram mudanças, arrumações, papéis e mais papéis. No trabalho, arrumações, reuniões, papéis e mais papéis. Nesta amálgama sem tempo para o tempo de que mais gosto, que é o de ler, encontrei este texto de Baptista-Bastos.


Estava rodeado de livros. Nascera rodeado de livros.O pai, bibliotecário tomara a mãe de assalto entre livros, no silêncio de uma tarde distantíssima. A mãe era uma das mulheres que anotava, numa secretária junto da janela, os nomes daqueles que consultavam livros.O pai vigiava aqueles que consultavam livros.
Entre livros, a mãe teve dores; entre livros rebentaram-se-lhe as águas; entre livros pariu-o.
Entre livros cresceu, viveu, trabalhou. Não sabia de outra coisa senão de livros.
Os livros começaram a aborrecer-se do homem dos livros. E, um dia, todas as palavras soltaram-se em letras, as letras envolveram-no, as letras comeram-no em silêncio, em silêncio, em silêncio, no silêncio dos livros mudos.


Baptista-Bastos , 1993
Imagem da net

7 comentários:

Isamar disse...

Gostei muito, amiga! E como vês o ambiente em que crescemos tem uma influência decisiva na nossa vida.

Bjinhos

Bem-hajas, Esperança!

Darlanhayek disse...

Prezados Amigos,
É com muito prazer que chego até vocês para anunciar o lançamento de meu primeiro romance intitulado Depois da Última Lágrima. Um romance tocante que mostra o que o amor é capaz de realizar na vida das pessoas. Uma história comovente de um deficiente visual, que tenta sobreviver ao mundo preconceituoso a sua volta e conhece o amor de uma forma totalmente diferente. Uma história tocante que o levará da revolta às lagrimas, e o ajudará a entender o verdadeiro significado de um amor, e o que um ser humano é capaz de fazer em busca de um sentimento.
Gostaria então de aproveitar essa oportunidade para pedir a colaboração de vocês para me ajudar nessa batalha que é ser um escritor em nosso país. Como vocês sabem, os obstáculos são muitos, e o apoio recebido é praticamente nulo. Mas isso jamais me faria desistir de buscar meus objetivos e oferecer o melhor que posso através de meus escritos.
Este livro foi escrito com muita dedicação, a fim, de expressar da melhor forma tudo o que um tema tão importante exige. Fiz o máximo para oferecer a todos vocês meus amigos e leitores, uma agradável leitura, um livro que o fizesse tomar gosto ainda maior por páginas de agradáveis acontecimentos. Sei que tenho ainda muito a aprender e me aprimorar na arte da escrita, mas digo que cada palavra escrita foi escrita com o coração e pensando em cada um de vocês, os quais são os responsáveis por eu não desistir de lutar por aquilo em que acredito.
O preço do livro é de R$ 12,00, e para adquirir o exemplar, é só me passar um e-mail, que entregarei em mãos já autografado e com dedicatória especial. Conto com todos vocês nessa nova fase de minha vida.
Peço por favor, àqueles que puderem que possam divulgar a amigos e outras pessoas que gostam de leitura para que possamos assim atingir um maior público leitor. Aproveitem para presentear, um livro é sempre um ótimo presente. adquira pelo darlan.silva@strata.com.br
Muitíssimo Obrigado pela compreensão de todos vocês...
Cordialmente
Darlan.

Mariazita disse...

De facto, não há quem não se queixe do tempo, especialmente da falta dele.
Será que ele encolheu ou nós queremos esticá-lo demais???

O texto de Babtista-bastos é muito bom; uma prova de que o nascimento e posterior formação nos condicionam para o resto da vida.

Um resto de boa semana.

Beijinhos
Mariazita

o escriba disse...

Isamar

Os livros são, realmente, a minha maior fraqueza. Herdei da minha mãe este amor e transmiti-o à minha filha. Está no sangue!


bjinhos
Esperança

o escriba disse...

Darlanhayek

Agradeço e registo a sua informação. Faço votos de grande êxito para o seu livro.

Um abraço
Esperança

o escriba disse...

Mariazita


Já o poeta tinha perguntado "ao tempo quanto tempo o tempo tem...".

Aquilo que se herda pelo sangue e pela formação fz parte do nosso "pacote" para toda a vida.

bjs
Esperança

Manual do Inseguro.com disse...

Um lindo texto ilustra suas lamentações que também são nossas, de nossos dias.o provérbio "dar tempo ao tempo" tornou-se obsoleto. Alheio a tudo, ele, o Tempo, impera absoluto e, com sua peculiar sabedoria,segue em seu próprio ritmo, independente de nossas queixas. Abraços.
oadestradordesentimentos.sapos.blogs.pt