segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Queridos amigos e visitantes
Esta "rentrée" não foi nada como estava à espera! Com equipamento emprestado lá consegui vir aqui dar uma palavrinha. Tenho tudo avariado. Foi um ar que se lhe deu, até à mais pequena porca e parafuso, até ao mais delgadinho fio!
Inacreditável como tudo isto nos faz falta. Quando nos habituamos a determinada coisa e depois ela se esvai sem se saber porquê ou como, ficamos assim, como diria a minha avó, como o "paulino no deserto".
E a pensar que ainda há alguns anos atrás eu era um calhau com dois olhos em matéria de computadores, internet e afins, e agora estou em estado de desolação e, se fosse dada a isso, à beira de um ataque de nervos! Mas é assim a vida! Voltei ao lápis e ao papel, e pelo andar da coisa ainda vou ter que usar a minha pena de pato que me olha com ar provocante da segunda prateleira da estante! Ah! Marfada!
Estou com saudades, é o que é! Saudades das visitas aos amigos, das espreitadelas aos blogs magníficos e bem dispostos, das idas aos comentários... Enfim, foi um mundo novo que descobri e no qual gosto de estar, conviver e participar. Até parece que me sinto um bocado coxa.
A todos os que têm vindo aqui e me deixaram um comentário, muito obrigado. A todos os que têm vindo dar uma espreitadela e não encontraram nada de novo, muito obrigado também!
Assim que puder responderei a todos com uma alegria especial, a do regresso!
A todos, bjinhos, bjs, abraços e apertos de mão! Até mais logo!!!

8 comentários:

lagartinha disse...

Ai ai como a compreendo! É que uma pessoa sente-se mesmo perdida não é?
O meu PC ainda não está lá muito famoso. Tenho de andar a escarafunchar o cabo da bateria para o bicho não se desligar...mas lá vou conseguindo mexer. Acho que já não consigo viver sem esta máquina de fazer amigos!
Um beijinho e as rápidas melhoras...

Sophiamar disse...

Ora sê bem vinda, Esperança! Tenho sentido saudades. Sabes que defendo uma blogosfera de afectos e tu fazes, na perfeição, o tipo de blogosfera que defendo. Tu e a minha querida Lagartinha que te deixou o primeiro comentário.
Verifico que alguns computadores andam com maleitas e espero que o mal não se propague com carácter epidémico.Os vírus pululam às centenas e ainda não estou vacinada contra mal tão maninho. Valha-me o padroeiro dos bloguistas. É que se tu percebes pouco disto que direi eu que só sei ligar o computador.
Por acaso sabes o vocábulo francês que significa o contrário de rentrée. É que eu estou de saída, daqui da minha serra, e queria usar assim uma palavra fina como fizeste.

Deixo-te beijinhos e o pedido de que não desapareças da net. Fazes-me falta. Esse carinho é indispensável.

elvira carvalho disse...

Espero o pc fique bom depressa. O meu precisa ser formatado de novo, mas como eu tenho medo de fazer alguma coisa mal e ficar sem ele, vai andando assim.
Um abraço

Jorge P.G disse...

...e eu, pela minha parte, também!

Saia "um computas" novo! ...ou dos grandes ou um Tamagochi, como chamo ao meu portátil.

Um abraço e até breve, espero.

peciscas disse...

Sei o que isso é.
Ainda há uns meses, de um momento para o outro, pufff! A máquina encravou. Tive de montar tudo de novo e perdi um montão daquelas coisas que a gente não guarda noutro sítio e depois arrepende-se.
Mas também sei que estas coisas acabam sempre por ter remédio. Melhor ou pior, tudo se resolve. Com a "nossa máquina" é que nem sempre.
Por isso, a gente compreende a tua ausência e espera que tudo, em breve, esteja "novo".

lagartinha disse...

Vim desejar as melhoras do "bicho", para que o regresso seja rápido.
Beijocas

elvira carvalho disse...

Como há oito meses atrás também estou participando. O que mais me dói, é que de há 8 meses para cá, a Justiça está na mesma.
Um abraço e uma boa semana

lagartinha disse...

Vim deixar um beijinho.
Ainda bem que a máquina já mexe.